Tarot cigano

Quantas vezes procuramos no nosso dia ao dia explicações especiais para temas cotidianos. Quantas vezes tentamos uma resposta onde não achamos mais que fatos e não podemos caminhar até diante sem bater uma e outra vez na mesma pedra. Quantas vezes procuramos uma e outra vez na nossa cabeça uma solução nova ao mesmo problema enquanto que sempre voltamos a achar a mesma resposta só com alguns câmbios.

Quando já não há nada novo para fazer, ou isso é o que nós olhamos ao nosso redor. Quando já estamos cansados de tentar e tentar, muitas vezes é recomendável pedir ajuda.

Não só os amigos podem ajudar, mas também aqueles desconhecidos que oferecem alguma ferramenta nova para nossa vida. Em algumas oportunidades as pessoas vão ao médico em psicologia e isto é bem legal. Mas, em outras oportunidades sabemos com certeza que resposta está bem pertinho de nós. Sabemos que só precisamos alguém que possa olhar além do que nós vemos.  Só, às vezes precisamos alguém que fale fora de nós e ponha em palavras aquilo que nós sabemos, porém não queremos reconhecer.

Nas nossas mãos temos infinidade de ferramentas válidas para ao menos, tentar, achar a resposta as nossas tristezas, nossas desilusões, as duvidas, os medos, as separações.

Tarot cigano

Tarot cigano

O tarot cigano é uma dessas ferramentas que pode, sendo bem utilizado, ajudar a continuar o caminho da vida que muitas vezes torna-se sinuoso, mas sempre temos que tentar chegar a bom porto.

O tarot cigano tem uma história desenvolvida junta a história mesma do seu povo. Até hoje a as origens do mesmo povo não foram bem esclarecidas já que eles não têm a costume de escrever e atar sua sida a seu passado. Também é muito importante saber que certamente a sua historia foi estudada muitas vezes pelos não ciganos.

Os primeiros movimentos migratórios foram datados no século X e é característico, e até hoje o povo mantem,  o caráter misterioso e fantasioso da sua chegada e das origens atribuídos pelos mesmos ciganos.

Segundo os dados obtidos pelas pesquisas lingüísticas o povo poderia ser originário do noroeste da Índia, nascidos, provavelmente duma casta inferior e, quem sabe por qué, obrigados a abandonar o pais no primeiro milênio depois do Cristo.

A realidade indica que o povo, assim como o povo judeu foi obrigado a vagar pelas terras aléias sem poder morar nas próprias (o povo judeu logrou ter propriedade das suas terras no século vinte). Os ciganos ainda moram onde podem e sempre são afastados das diferentes populações.

São estas as razoes que levaram ao povo cigano, assim como ao judeu, a trabalhar em atividades que podiam levar de um lado até outro. Assim os ciganos compravam e vendiam cavalos. Tinham atividades ambulantes as quais não precisavam de uma loja, por exemplo, afiavam facas, trabalhavam a madeira, vendendo roupas ou fazer música com violão. O trabalho com as cartas e a adivinhação foram também ferramentas para poder pegar dinheiro entanto iam percorrendo o mundo. Até hoje mesmo é muito fácil achar ciganos nas ruas oferecendo ler as mãos dos caminhantes.

Respeito do baralho cigano poderíamos dizer que é bem diferente aos outros, mas o que é verdadeiramente certo é que cada um dos baralhos é diferentes um de outro, como as pessoas.

Falando em particular do tarot cigano podemos contar que no começo do século vinte um conhecido médico e também amante do ocultismo (Gerard Encausse) escreveu um livro chamado de “Le Tarot Divinataire” onde ele contava todas as conclusões das pesquisas enquanto ao tarot.

Ele pesquisou sobre a existência de um povoado que não tinha terra determinada e que percorria incansavelmente o mundo levando com ele cartas para dizer antecipadamente o  futuro, compreender o mundo interior das pessoas ou simplesmente passar um bom momento engraçado.   Este era, segundo Gerard Encausse, o povo cigano.

As cartas do tarot trazem com elas todas a historia, as costumes e os conhecimentos adquiridos pelo povo durante toda a sua vida e os seu caminho.  Alguns conhecedores do tema consideram as cartas dos ciganos um livro maravilhoso que resume o conhecimento de todos os povos antigos. Não se pode esquecer que os ciganos percorriam o mundo todo e nesse percorrer aprendiam coisas dos outros povos com os que moravam.

O baralho cigano está composto por setenta e oito cartas divididas em Arcanos Maiores e Arcanos Menores. Os primeiro grupo se forma de vinte e duas cartas, enquanto que o segundo grupo consta de cinqüenta e seis. Em geral, todo baralho de tarot está formado pela mesma quantidade de cartas, além de ser bem diferentes uns de outros.

Tarot cigano online

Enquanto ao seu desenho é de compreender que segundo o desenhista, a época e as costumes do momento os baralhos sejam diferentes além de ser o mesmo baralho cigano.

Os Arcanos Menores são  formados por quatro subgrupos composto por catorze cartas cada um. Estos  correspondem com os baralhos de cartas do tarot Frances.

Os grupos são:

Copas que simbolizam a vida afetiva e as emoções e tem relação com a água. Ouros que simboliza a terra e representa os logros, o dinheiro e os bens materiais. Os paus têm a ver com o fogo e representa a imaginação e a criatividade. Finalmente as espadas são o ar e tem a ver com a mente e o jeito racional.

Os Arcanos Maiores são muitos mais, já que para descrevê-los é preciso falar de um em um. Cada um deles tem por si mesmo uma significação importante, a saber: O Mago,  A Sacerdotisa, A Imperatriz, O Imperador, O Papa, Os Namorados, O carro, A Força, O Eremita, A Roda da Fortuna, A Justiça, O Enforcado, A Morte, A Temperança, O Diabo, A Torre, A Estrela, A Lua, O Sol, O Julgamento, O Mundo e O Louco.

Desde todo ponto de vista o jogo do baralho cigano é uma beleza. As cores das cartas, o significado delas, a história que trazem, a história que tiram, a infinidade de coisas que podem se aprender com as cartas  pode fazer com que passemos o dia todo com elas.

Aprender é uma das coisas mais importantes que podemos fazer na vida, e o tarot cigano pode nos mostrar um mundo bem diferente cheio de magia e mistério, cheio de sentimentos e pensamentos que bem dirigidos podem nos levar a compreender muitas mais coisas das quais acreditamos.

Achar uma pessoa capacitada no tarot não é a tarefa mais fácil, contrariamente ao que poderíamos pensar, estudar o tarot não é coisa de meninos. Não é jogo. Bem pelo contrario  é um estudo que pode levar muito tempo assim como uma sensibilidade especial daquele que joga as cartas respeito daquele que precisa conhecer o seu destino.

Na internet está cheio de páginas que oferecem os serviços, com infinidade de jeitos diferentes, mas o que tem maior importância é saber onde vamos procurar a informação porque todos sabemos que ladrões há a vota da esquina. Todas as atividades não reguladas podem acabar num grande problema se nós não pegamos com responsabilidade a coisa.

Tarot, vidência, astrologia, oráculos, numerologia todo pode se encontrar de jeito virtual na internet. Não duvide. Só é preciso se informar bem. Mas não deixe de consultar as ciências mais antigas e interessantes que ficam no alcance das suas mãos.